Os Milagres de Jesus Cristo Ver maior

Os Milagres de Jesus Cristo

:: Esta obra está no formato Ebook ::

Nesta obra, nos propomos a analisar de forma imparcial, e com as luzes do início do século vinte e um os chamados milagres de Jesus Cristo, a fim de termos uma clara visão dessa faceta de sua personalidade sobre-humana, e como essa visão e interpretação podem nos auxiliar na caminhada humana na Terra.

Mais detalhes

8996 Itens

R$ 10,00 c/ imposto

Mais informações

:: Esta obra está no formato Ebook ::

Nesta obra, o autor tenta demonstrar que Jesus não foi um homem igual aos outros que habitaram ou habitam este planeta. Era um homem dotado de faculdades paranormais variadas, e em grau elevado. Tinha imenso potencial de cura, captava os pensamentos das pessoas presentes, via o passado individual das pessoas, materializava seres vivos e objetos inanimados, influenciava as forças da natureza, trazia mortos de volta à vida e muitas outras coisas.

Mostra que Jesus não era um louco, um lunático, nem era fanático ou radical. Muito pelo contrário, os textos dos evangelhos demonstram que ele era um homem inteligente e extremamente habilidoso no trato com as pessoas, inclusive com aqueles que o queriam derrubar e prender.

Sempre se saía bem das armadilhas que preparavam para ele relativas às leis vigentes.

Jesus pregou e fez milagres durante cerca de oito a dez anos, e foi muito famoso ainda em vida. Quando saía da Palestina, indo para terras vizinhas, como Sidon e Tiro, na Fenícia, era reconhecido e procurado, tendo que se esconder muitas vezes, o que comprova sua fama mesmo fora de sua terra.
Raramente alguém contesta os milagres de Jesus alegando que a Igreja Católica pode ter acrescentado seus relatos aos evangelhos. Mas, a esse argumento ou alegação apresentamos o seguinte: os livros sagrados dos judeus não relatam milagres como os efetuados por Jesus em relação a nenhum outro profeta ou líder político israelita anterior a ele.

Ninguém antes de Jesus, em Israel ou em outro país, como Grécia, Índia, Egito e China curava como Jesus. Não há indicativos históricos de curadores com o seu potencial, ou de alguém que tenha ressuscitado mortos como Jesus.

Poderia alguém sustentar que é tradição no Oriente as fábulas, lendas e contos fantásticos envolvendo poderes fantásticos aos homens. Isto é em parte real. Contudo, na tradição judaica, somente Moisés teria feito coisas fantásticas, como abrir o Mar Vermelho e lançar pragas sobre o Egito. Nenhum profeta judeu teve poderes fantásticos, segundo se lê em seus livros, que compõem também a Bíblia. Assim, não era comum atribuir aos profetas poderes como os que tinha Jesus. Isto reforça a crença de que os textos dos evangelistas traduzem a verdade e a realidade que eles presenciaram ou ouviram de quem presenciou.

Luiz Roberto Mattos

Download

Amostra do livro

Texto de amostra do livro

Download (480.51k)